segunda-feira, 30 de março de 2015

Cultura VIP: Paixão de Cristo em Londrina

Encenação da Paixão de Cristo do Conjunto Lindóia marcará a Semana Santa em Londrina

Espetáculo quer levar ao público a mensagem de que o sacrífico de Jesus foi um ato de amor e esperança para a humanidade


 A Semana Santa é marcada pela reflexão que os cristãos realizam em todo o mundo sobre o sacrifício de amor de Jesus Cristo em ter morrido na cruz para nos salvar e libertar-nos do pecado. Para que esta mensagem seja transmitida aos corações, acontece na Sexta-feira Santa (3), a partir das 20h, a encenação da Paixão de Cristo do Conjunto Lindóia, zona leste. A apresentação será realizada no campo de futebol localizado em frente à Paróquia Cristo Bom Pastor (Rua Centenário do Sul com Nova Esperança).
O espetáculo é encenado desde 1997 e os organizadores esperaram atrair um público de aproximadamente 10 mil pessoas esse ano.  O local contará com UTI móvel, acompanhamento da polícia, banheiros químicos e uma barraca vendendo produtos alimentícios.  A Paixão de Cristo do Conjunto Lindóia tem a direção artística de Margareth Almeida.
Para pagar os custos do evento, os organizadores da Paixão de Cristo do Lindóia contaram pela terceira vez consecutiva com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC), com um valor de R$ 22 mil. Esse incentivo é responsável pelo custeio de 70% dos custos do evento. As despesas restantes não cobertas pelo PROMIC são pagas por meio de realização de promoções na comunidade.
O Teatro
Para que o teatro da Paixão de Cristo aconteça, pessoas de todas as idades e algumas de outras regiões de Londrina colaboram na atuação e nos bastidores da peça. Em 2015, o teatro da Paixão de Cristo ganhará a inserção de três novas cenas. De acordo com Saul Botelho- que interpreta Jesus há 12 anos – a inclusão de novos trechos bíblicos como a cena de Jesus no deserto, a entrada de Cristo em Jerusalém e a parábola do juízo final, colaboram para que o público compreenda melhor a mensagem da quaresma. A encenação deste ano é importante para Saul. Após 12 anos, este será o último ano que o representante de laboratório farmacêutico interpretará Jesus. Saul deixará a encenação da Paixão de Cristo para se dedicar a outros projetos de evangelização.
Saul conta que nesses 12 anos viveu várias experiências significativas para sua vida interpretando Jesus Cristo. “Guardarei com todo carinho em meu coração os momentos vividos nesta experiência, todo o preparo técnico, espiritual, as ansiedades, os medos, o olhar emocionado das pessoas durante a apresentação. É algo inexplicável tal sentimento!  O momento mais marcante, segundo Saul, ocorreu em 2012, quando uma espectadora afirmou que foi tocada quando sua interpretação. “Fiquei desconcertado. Não sabia o que dizer, mas Cristo tem algumas formas de tocar o coração das pessoas que para mim ainda são um mistério”, frisou.

Saul ainda destacou que a principal missão da encenação da Paixão de Cristo é a evangelização. “Nem todos entendem o ato de Cristo morrer por nós. Com nosso trabalho de evangelização, temos a esperança de que novas sementes serão semeadas e mais pessoas buscarão Jesus”, afirmou.

.

.