quarta-feira, 19 de março de 2014

Cultura VIP



80 Anos. 80 Bairros. 80 perspectivas diferentes de viver a cidade
Existe nessa sequência a linha do tempo; existe a delimitação do espaço. E existem também as histórias de vida que transformam os espaços em lugares de afeto, e o tempo em momentos de criação.  Esse arranjo dá um livro. O projeto 80x Londrina quer escrever esse livro e publicá-lo em dezembro, no aniversário da cidade. O lançamento do projeto será durante um café da manhã nesta quinta, dia 20, no Museu Histórico de Londrina, às 9 horas.
No encontro será apresentado o site do projeto, desenvolvido pela agência Z3 Web. Um espaço de troca de informações e de publicação, quase em tempo real, dos rumos da pesquisa e das andanças pelos bairros da cidade. O site vai ter fotos, vídeos e trechos de entrevistas. E está aberto a sugestões de pauta, observações críticas, histórias e fotos de famílias que merecem ser contadas e vistas... O livro será escrito na medida em que a pesquisa avança. Trata-se de uma obra em construção, aberta, suscetível e sensível às boas histórias vividas na cidade.
A pesquisa para o livro já está em andamento. O ponto de partida são 80 bairros da cidade, antigos e novos, pequenos ou populosos. O que se quer é conhecer ou reconhecer a cidade de Londrina através das diferenças. Diferenças que se são assimiladas ou combatidas no território do cotidiano. E que produzem boas misturas. Só as diferenças produzem misturas bem temperadas, como aquela experimentada nos anos 30 e 40, no meio da floresta, entre o saber caboclo e a ética do trabalho, impregnada no corpo do imigrante europeu e japonês.
A invenção de uma cidade depende desses encontros entre os diferentes. E a sua reinvenção também.

A equipe
O projeto 80x Londrina reúne um grupo ligado à comunicação e à cultura. Bete Yunomae e Cris Thomé (Visualitá) são as responsáveis pelo projeto gráfico. As fotos e vídeos são de Saulo Ohara. Patricia Zanin, da Rádio UEL FM, é a jornalista que tem andado pelos bairros em busca de histórias e personagens. Pesquisa e coordenação editorial de Tony Hara — organizador da Coleção Doc. Londrina, dedicada à reedição de livros escritos aqui. Na produção executiva, Fábio Mansano, jornalista com experiência na área de marketing cultural e responsável, entre outros, pelo projeto Vectra ConstruSom.

O show
Além da apresentação do site (www.80xlondrina.com.br) e das redes sociais, no evento desta quinta na plataforma da antiga Estação Ferroviária, um show do grupo Boca Livre também marca o lançamento do projeto. O grupo vocal e instrumental irá apresentar sucessos de seus 35 anos de carreira e também canções inéditas do álbum “Amizade”, lançado ano passado. O quarteto não vem a Londrina desde o início dos anos 90. A apresentação será dia 22, no Teatro Marista. Ingressos à venda no Pátio San Miguel, nas lojas Sueko, na Vectra Store e pelo site Disk Ingressos.

80x Londrina na internet

.

.