terça-feira, 16 de fevereiro de 2010


Paranaense é premiado em Congresso nacional sobre a arte de Maria Bethânia


O jornalista e pesquisador Renato Forin Junior, de Ibiporã, faturou o troféu de primeiro lugar no Congresso Brasileiro Sobre o Canto e a Arte de Maria Bethânia em 45 Anos de Palco, realizado em Salvador (BA) na última semana. O público de 200 pessoas, entre brasileiros e estrangeiros, e a comissão científica, reconheceram a minuciosa pesquisa que tem por objetivo reconstruir a história do espetáculo Rosa-dos-Ventos, estrelado por Maria Bethânia entre 1971 e 1972. Denominado por Fauzi Arap, o diretor, de “o show encantado”, Rosa-dos-Ventos chamava a volta de Caetano Veloso e Gilberto Gil do exílio.

“O espetáculo passou incólume pela vistoria prévia de treze censores. Por meio da voz e da interpretação de Bethânia, o Brasil silenciado deu seu grito de horror à ditadura militar. O encantamento de Rosa-dos-Ventos, porém, perpassava a questão política e tocava fundo aspectos existenciais do humano, do negror daqueles tempos”, explica Renato. Ao longo da pesquisa, iniciada há quatro anos, o jornalista recuperou gravações originais, reportagens da época e desenhos dos figurinos projetados por Flávio Império. Ele também entrevistou personalidades como Caetano Veloso, Chico Buarque, Fauzi Arap, Ferreira Gullar, Dorival Caymmi, Augusto Boal, integrantes do Terra Trio – competente banda que acompanhava Bethânia -, dentre outras.

A pesquisa, que deve tornar-se livro-reportagem em breve, foi iniciada como trabalho de conclusão do curso de jornalismo na UEL sob o título “O show Rosa-dos-Ventos: desvendando o processo de significação implícito no espetáculo musical de protesto”. A monografia já recebeu, no ano de 2007, o primeiro lugar no 12º Prêmio Sangue Novo no Jornalismo Paranaense. Com o novo troféu, o trabalho passa a um patamar de reconhecimento nacional.

O paranaense participou da competitiva na Sessão Oral de Temas Livres do evento, concorrendo com outros quatro trabalhos. O Congresso Brasileiro sobre a Arte e o Canto de Maria Bethânia é um evento pioneiro organizado pela Associação Rosa dos Ventos Bahia para celebrar os 45 anos de carreira de Maria Bethânia. Realizado entre os dias 4 e 6 de fevereiro em Salvador e em Santo Amaro da Purificação (cidade natal de Maria Bethânia e Caetano Veloso), o Congresso contou com a presença do poeta José Carlos Capinam; dos compositores Roberto Mendes, Jorge Portugal e Jota Velloso; da professora Lúcia Castello Branco (MG); da teatróloga Aninha Franco (BA); da doutora em psicologia Margarida Mamede (SP); além da escritora Mabel Velloso, irmã de Bethânia.

Fotos: Marika Sawaguti

.

.